Arquivo mensal: novembro 2011

Os Chakras!


1 –”Chakra Básico

Sua cor, o Vermelho, atua nos órgãos do aparelho genital, urinário, reprodutor, útero e próstata, etc.

Nessa região, tratam-se as doenças do sangue, fígado, bexiga, inflamações e qualquer espécie de hemorragia, como também qualquer anomalia dos órgãos relacionados.

Tem a função de captar e distribuir a força primária para todo o organismo e absorve a energia da Kundalini, que serve para reativar os demais Chakras. Essa energia sobe pela coluna, alimentando-a.

Sua potência física combina com a vontade de viver, dá ao indivíduo uma presença de força e vitalidade e se encontra bem fundamentada na realidade física. Faz com que a forte vontade de viver ative os demais Chakras e a pessoas ao redor, recarregando-lhes o sistema de energia.

É o Chakra responsável pelo estímulo sexual, desperta o desejo do ato sexual, proporcionando orgasmos tão intensos que as pessoas, com este Chakra desenvolvido, tendem a direcionar sua vida através da relação sexual.

Quando ocorrem bloqueios ou desequilíbrios, podem aparecer: problemas de coluna, hemorróidas, instabilidade social e emocional, uso incorreto da vontade, o sentir-se impotente diante das situações, insegurança, desespero, medo e falta de praticidade. Além de preocupações excessivas com as coisas da matéria, ganância, descontrole dos aspectos instintivos e sexuais. Seu desequilíbrio pode manifestar-se por impotência sexual e frigidez.

2 – Chakra Esplênico

Sua cor, o Laranja, atua diretamente no baço, rins, fígado, pâncreas e supra-renais, é importantíssimo para a secreção das glândulas e órgãos endócrinos. Responsável pela vitalidade dos nervos. Através desse Chakra, tratam-se, as doenças da bexiga, a menstruação, as cólicas, colite, febre, diarréia, anemia, diabete, câncer, etc.

Sua energia flui pelo revestimento medular dos nervos (não pelas fibras) e é distribuída para todas as partes do corpo. O excesso de energia absorvida pelo Esplênico, que não for usada pelo organismo, é expelido pelos poros em forma de emanação energética. Quanto maior sua absorção, mais poderoso o magnetismo pessoal, muito utilizado nos trabalhos de cura.

Os bloqueios desse Chakra são geralmente causados por problemas emocionais, dificuldade em dar e receber e intensidade de prazer ou dor, manifestando histeria e vícios;excesso de preocupação com o futuro, com o bem-estar dos outros e com a preservação. Medos e ressentimentos sobre o sexo, causando experiências sexuais traumáticas ou dificuldades no parto. Pode ocorrer uma falta generalizada de vitalidade, perda de juventude e diminuição do magnetismo pessoal.

O desequilíbrio do Chakra Esplênico afeta o sistema digestivo inferior, podendo causar alterações das substâncias químicas nos intestinos e no estômago, causando úlcera e até câncer. As glândulas de secreção interna (ovários, testículos, pâncreas, rins, tireóides e pituitária), deixam de expelir sua secreção para a corrente sanguínea, causando disfunção orgânica e doença.

3 – Chakra Solar

Sua cor, o Amarelo, atua no estômago, intestino, e a todos os órgãos do aparelho digestivo, afeta o sistema nervoso e simpático.

Tratam-se, através desse Chakra, doenças dos ossos, paralisia, gota, dores de cabeça, etc.

Influi nas emoções e através dele percebemos as emanações hostis ou vibrações afetivas do ambiente. Ligado às emoções de poder pessoal, criatividade e auto-expressão. É considerado mental e o vínculo da mente com as emoções pode ser constatado, porque os processos mentais servem de reguladores da vida emocional. Possui grande importância nas relações humana.

Seu desequilíbrio provoca timidez, egoísmo, narcisismo, egocentrismo vários tipos de medos, que geram propensão para a raiva e violência;na dificuldade de expressar a autoconfiança e criatividade, incapacidade de se colocar em sintonia com as pessoas, locais e carência de auto-estima.

4 – Chakra Cardíaco 

Sua cor, o Verde e o Rosa, exerce influência na circulação sanguínea. Alimenta o coração, sangue, nervos e vasos sangüíneos, é responsável pelo funcionamento adequado do sistema imunológico e relaciona-se ao timo.

Regula as emoções e os sentimentos, tais como simpatia, ternura, compreensão e compaixão. É a sede do eu superior onde se assenta a alma humana. Controla a integração de nossas forças superiores e inferiores, equilibra a auto-estima e a capacidade de dar e receber amor. Quanto maior e mais aberto esse Chakra estiver, maior a capacidade de amar a si e aos outros. Tem capacidade de transformar as energias do cosmo em energia de cura física. A harmonia deste Chakra acentua as atividades positivas, no tocante a realização de coisas da vida, e faz ver as outras pessoas como sustentáculos, destacando a perfeita harmonia entre as vontades humanas e as leis divinas.

Traumas ligados a relacionamentos afetivos afetam diretamente a região cardíaca, provocando o desequilíbrio neste Chakra.

Quando ocorrem bloqueios, o potencial do amor e compaixão transforma-se em luxúria; a auto-estima é prejudicada e a vontade individual enfraquecida, gerando a falta de criatividade e tornando as pessoas excessivamente sensíveis às influências e opiniões. Há problemas de relacionamento com o mundo exterior, sensação de falta de intercâmbio amoroso e um angustiante vazio dentro do peito.

5 – Chakra Laríngeo 

Sua cor, o Azul, é diretamente ligado à tireóide, cordas vocais, vias respiratórias, traquéia, brônquios e pulmão.

Controla a expressão verbal, influindo também sobre o sistema auditivo. Responsável pelo rejuvenescimento e longevidade. A característica desse Chakra é o sucesso; sai expansão proporciona satisfação no trabalho e nas tarefas da vida das pessoas, mantendo-as bem ajustadas e conseqüentemente bem-sucedidas.

Quando existe bloqueio, esta causa incertezas, indecisões, dúvidas e desânimo, afetando a auto-expressão e a prosperidade.

O desequilíbrio em torno da voz, gagueira, vertigens, fadiga, asma, doenças metabólicas, obesidade, etc., são algumas das conseqüências que surgem.

6 – Chakra Frontal

Sua cor, o Índigo e a Violeta, alimenta a parte inferior do cérebro, olho esquerdo, ouvido, nariz e o sistema nervosa parassimpático.

Regula as atividades inteligentes, é o ponto de abertura da visão interior, espiritual e inspiração. Associado à implementação de idéias criativas.

Seu desequilíbrio provoca desinteresse pelo presente e medo do futuro, fazendo com que se manifestem idéias e conceitos mentais confusos e geralmente negativos, que podem criar obsessão mental ou perturbação psíquica. Há ainda memória fraca, dando a sensação de estar no “espaço”, problemas de sono, sonhos perturbadores e alucinações.

7 – Chakra Coronário 

Sua cor, a Violeta e o Branco, ligado à glândula pineal e ao córtex cerebral, alimenta o cérebro superior e o olho direito.

O Chakra Coronário é responsável pela maior captação de energia cósmica, bem como por estabelecer contato com as esferas superiores do Universo.

Está associado à conexão da pessoa com a sua espiritualidade e à integração de todo o seu ser físico, mental e espiritual.

Vai além do mundo físico e cria no indivíduo um sentido de totalidade.

A energia do prana, captada por esse Chakra, alimenta os demais centros de força e auxilia na meditação, suprindo-nos de vida cósmica.

Seu desequilíbrio nos deixa fora de sintonia com a espiritualidade, provocando depressão por não encontrarmos significado na vida. Faz nos sentirmos separados de todo e desconectados da unidade. Devido ao seu desequilíbrio, a pessoa não estabelecerá o intercâmbio com a espiritualidade, perdendo com isso a oportunidade de crescer e evoluir nesta existência.

Simboliza a sabedoria intelectual dos governantes. Tornou-se hábito a utilização da coroa na cabeça dos governantes, representando o desenvolvimento desse Chakra.

Dos demais Chakras, convém menciona a função de outros quatro:

Chakra dos Pés

Localizado nas solas dos pés, sua finalidade é descarregar a energia elétrica (estática) gerada pelo corpo físico, como também absorve a energia da Kundalini que vem da terra e a energia magnética.

Chakra do Joelho

Atua como um transformador, regulando a quantidade de corrente que deve entrar no corpo.

Chakra das Mãos

Absorve as ondas radiativas, como também transmite energia, o que explica a cura pela imposição das mãos.

Chakra Humeral

Localizado nas costas, sobre a parte superior do pulmão esquerdo. Além de também exercer influência nos pulmões, é responsável pela relação mediúnica entre o plano espiritual e o físico.”

http://pedra-luz.blogspot.com

Anúncios

A Radiestesia Em Terapia Holística!


“A palavra Radiestesia é a união de dois termos, Radius, que vem do latim e significa radiação e aisthesis, de origem grega e que significa sensibilidade, indicando assim a sensibilidade às radiações.

Utilizando instrumentos específicos, como o pêndulo, a Radiestesia capta as vibrações do nosso campo bioenergético que trabalha com as dimensões vibratórias mais profundas do corpo humano e de tudo o que o cerca, visando encontrar possibilidades para corrigir possíveis alterações, a fim de promover o equilíbrio e bem estar da pessoa.

Tudo no universo é uma fonte de energia que ressoa em certa freqüência ou, uma combinação de freqüências com outros elementos. Nosso corpo é feito de um número incontável de átomos e moléculas representando vários elementos.

Cada molécula elementar ou átomo ressoa em harmonia com outra, quando estamos em perfeito equilíbrio. Acontece que em todo o momento estamos expostos a energias nocivas, como: ondas de rádios, TV, antenas, energias pessoais, etc… Podendo gerar uma serie de desequilíbrios. Elas passam sobre nossos corpos, da mesma forma que somos afetados pela radiação do sol, da lua, da Terra e como sabemos das outras pessoas, porque mesmo pensamentos criam energias que se irradiam através de nossos corpos.

Freqüentemente durante o dia respondemos fisiologicamente, emocionalmente e intelectualmente de alguma forma às diferentes radiações que nos atingem, vindas de várias fontes.

Radiestesia é uma excelente ferramenta para ampliar nossas reações sutis que experimentamos. Se usada corretamente, a Radiestesia será uma ferramenta benéfica para a identificação e correção da fonte e transmissão das radiações nocivas existentes.

Na realidade, a Radiestesia pode ser dividida em três aspectos:

1- Reação física para freqüências e radiações universais de elementos ou combinações de elementos naturais ou artificiais que existem no nosso ambiente físico.

2-Reação emocional dos pensamentos, condições e atitudes de outros, individualmente ou coletivamente e, de nós próprios.

3- E freqüentemente intuitivamente a eventos que estão fora de nossa percepção linear do tempo, consciência física ou realidade.

Com a nossa atitude e conhecimento do assunto que nos dirá definitivamente se seremos bem sucedidos no trabalho de Radiestesia ou não, e o quanto poderemos desenvolver este precioso presente. Devemos tornar-nos humildes e ter força de submetermos nossas percepções e atitudes para mudar, questionar mesmo nossas mais fortes crenças sobre um assunto específico e também ter vontade de corrigir nossas realidades.

Para alguns isto será somente um meio de trabalhar com reações ou manifestações físicas, tais como procurar água, minerais e outros assuntos relativos às substâncias do universo. Outras pessoas, como eu, entretanto, podem se sentir confortável em trabalhar em áreas relativas à saúde, emoção e espiritualidade, ou seja, equilíbrio do Ser.

O que você pode fazer com a Radiestesia.

A Radiestesia pode ser usada em diversos domínios como, por exemplo: agricultura (qualidade das sementes, qualidade dos terrenos), arqueologia, geologia, investigação policial (achar pessoas desaparecidas), equilíbrio das casas, acharem água, no nosso caso: pesquisa de florais, fitoterápicos, equilíbrio dos chakras, etc. As possibilidades são quase infinitas, use a sua intuição e muita pesquisa.

Pesquisa de chakras: Para a realização de um trabalho bem abrangente e com resultados positivos, pesquiso a existência de desequilíbrio nos 49 chakras do corpo humano (de entrada e saída).

Cinco Movimentos: Após detectar e confirmar o movimento dominante individual do cliente (Terra, Água, Madeira, Metal, Fogo), começo o trabalho para a regularização de cada movimento desequilibrado.

Meridianos: Os 12 meridianos (Pulmão, Fígado, Rins, intestino Delgado, V. Biliar, Estômago, Intestino Grosso, Bexiga, Coração, Baço-Pâncreas, Triplo Aquecedor, Circulação e Sexo) são testados e regularizados, caso haja algum em desarmonia.

Moxabustão: É utilizada no corpo em meridianos que em caso de desequilíbrio de Yin Yang são detectados conforme a informação no gráfico dos meridianos.

Parasita da energia vital: Pesquiso a possibilidade de encontrar parasita da energia vital que esteja impossibilitando o equilíbrio físico e energético do cliente.

Fitoterapia: Utilizo Fitoterápicos diversos, conforme indicação encontrada através da Radiestesia e outras técnicas.

Florais: Também são recomendados conforme as necessidades do cliente.

Cromoterapia: Utilizando também técnica de pesquisa e tratamento que disponibilizaram melhor resposta ao desequilíbrio e problemas sentidos pelo meu cliente.

Psicoterapia: É utilizado no decorrer de todo o processo de tratamento do meu cliente para a harmonização e equilíbrio em busca do autoconhecimento.

Radiônica: Utilizo em casos especiais que impossibilitam a presença do cliente no decorrer do tratamento.


Criando assim uma equação de serviços elaborados, para se chegar ao melhor condicionamento físico, mental e psicológico, com a compreensão de vida em que se resolva o problema existente, como um todo sem transferência de culpa ou novas somatizações físicas. Visando sempre que o mais importante é justamente que o terapeuta holístico seja um catalisador para a busca do conhecimento e crescimento individual de cada cliente e não um apaziguador de um problema direcionado, principalmente porque quando um cliente nos procura ele não quer ser curado de doenças, para isto ele procuraria um médico e não um terapeuta holístico, ele está atrás é sim de uma qualidade de vida dele e dos que os cercam e um equilíbrio onde possa se sentir bem com ele mesmo e com o ambiente onde vive. Sentindo- se assim feliz e produtivo sempre!

Técnicas para o uso do gráfico geral:

Para se trabalhar com a Radiestesia em conjunto as terapias diversas, o terapeuta precisa escolher a melhor maneira de montar a sua pasta de pesquisas e análises para que de forma objetiva consiga chegar aos verdadeiros resultados encontrados e solucionados pelas técnicas utilizadas durante o processo de avaliação e restauração do equilíbrio do cliente.

A minha sugestão é que em uma pasta catálogo, coloque todos os quadros ou gráficos pesquisados por você e utilize também em formato de meio círculo com subdivisões para as anotações dos temas estudados e utilizados em terapia holística, lembrando sempre que deve começar com o gráfico de orientação geral, pois o mesmo abrirá caminhos para uma investigação sólida e segura conforme proponho abaixo:

GRÁFICO DE ORIENTAÇÂO GERAL: engloba todas as técnicas desenvolvidas pelo terapeuta, é o ponto de partida para as outras análises.

De todas as maneiras e possibilidades de pesquisas e questionamentos para encontrar desequilíbrios e causas dos problemas de meus clientes, a Radiestesia sem dúvida nenhuma é a melhor e mais rápida forma de chegar às respostas com objetividade e satisfação do terapeuta e cliente.

A primeira coisa a se fazer é acomodar-se em uma cadeira bem confortável, em frente a uma mesa vazia para não sofrer nenhuma interferência. Em seguida, procede-se a um relaxamento inicial com a respiração profunda e tranqüilizadora. Enquanto respira, comece a mentalizar o que segue: a partir deste momento, o pêndulo irá mediar à comunicação com a minha mente superior.

Após estas condições e preparações, seguimos em diante com as rotinas a seguir:

  • Com o pêndulo na mão, deixando uma distância de, aproximadamente, 10 a 20 cm entre os dedos e a ponta do pêndulo e o levamos ao centro inferior do gráfico de orientações geral.
  • Com o pêndulo na posição pedimos para girar no sentido horário (positivo) e no sentido anti-horário (negativo), logo após, ordenamos para o pêndulo parar no ponto zero e seguimos.
  • Fazemos então as perguntas desejadas e observamos a posição que o pêndulo vai apontar indicando as respostas, também podemos apontar com o dedo indicador da mão esquerda para as subdivisões indicadas no gráfico perguntando se o cliente que estará a sua frente necessita da técnica ou tratamento que estará indicado em cada subdivisão. A resposta será obtida, quando o Pêndulo parar de girar e balançar apenas na direção da subdivisão do gráfico ou então girar positivamente ou negativamente, no caso do uso do dedo indicador da mão esquerda.
  • Anotar as informações e prosseguir fazendo novas perguntas até esgotar totalmente as informações do gráfico geral.
  • Depois de completada todas as informações, partir para os gráficos seguintes utilizando o mesmo método para as futuras informações.”

Trechos selecionados da Palestra: A Radiestesia Em Terapia Holística

Maurício Marcial de Araújo – CRT 43301 – Terapeuta Holístico

Fonte:http://www.radiestesia.com.br/


Preserve a saúde da sua família cuidando bem da sua casa !

 

“Só passamos realmente a acreditar que nossa casa pode ter algum problema ou o local onde dormimos, quando vamos passar um tempo fora dela, como no caso de uma viagem e percebemos que nos sentimos bem melhor, conseguimos dormir mais confortáveis, não nos encontramos mais irritados como antes, todos os sintomas ruins desaparecem e nosso estado geral melhora.

Ao começarmos a falar em Radiestesia e energias nocivas, a primeira pergunta que nos vem à cabeça, é: será que tudo isso é real? Porém, chega um momento que tantas são as evidências, que já não é mais possível questionar os fatos, pois existem histórias e eventos concretos que nos provam que a melhora acontece e as doenças somem, após a eliminação das energias nocivas de um ambiente.

As soluções que a Radiestesia apresenta são sempre muito simples de aplicar como, colocar uma Placa de Luxor, eliminando energia de solo, mudar a cama de lugar ou desconectar aparelhos elétricos ligados próxima da cama onde dormimos.

Neste texto, estarei abordando os perigos e soluções que podemos utilizar no ambiente que moramos, visando a melhora de nossa saúde! Uma atitude mental positiva, em primeiro lugar, é sempre importante e o conhecimento de tudo que pode nos causar algum mal, nos ajudará a modificar nossos hábitos. As pessoas de bem com a vida, como costumamos ouvir, sofrem menos de distúrbios orgânicos ou psicológicos.

Já é de nosso conhecimento que a presença de fortes radiações procedentes do subsolo, além da presença de fios de alta tensão com dificuldade de isolamento ou torres de alta tensão próximas de residências, ou ainda uma instalação elétrica mal feita pode causar sérios problemas à nossa saúde, colocando-nos em estados psicológicos desequilibrados e, finalmente, nos levando a desenvolver doenças físicas.

Os chineses, com seus conhecimentos de Feng-Shui, não permitiam a construção de casas sobre o que eles chamavam de cauda do dragão, que nada mais era do que os veios de água subterrâneos que hoje ouvimos falar.

Os romanos faziam rebanhos de ovelhas pastarem por muito tempo sobre um terreno, sacrificavam, então, alguns animais e depois faziam um estudo do fígado dos mesmos, este estudo lhes fornecia informações sobre a qualidade do terreno.

Os índios da América do Norte deixavam seus cavalos pastarem com liberdade e verificavam seus locais preferidos. Que era onde eles escolhiam para fazerem seus acampamentos.

A Radiestesia atual, apoiada sobre o desenvolvimento da eletrônica, é muito importante no descobrimento das energias nocivas e propostas de cura.

Todos os aparelhos elétricos estão rodeados de campos elétricos e radiações, inclusive, quando desligados; por isso, o correto é desconectá-los da tomada durante a noite ou, então, aplicar placas radiônicas para isolação da energia emitida.

No quarto que dormimos, estes são os destaques a serem observados: não colocar rádio, relógio digital, nem televisão próxima da cama, sem neutralização ou, então, desconectá-los da tomada. Não utilizar lâmpadas fluorescentes próximas da cama. A cama e o colchão não devem ser fabricados com materiais metálicos.

Eis os fatores físicos secundários que ocorrem após exposição a alguns dos exemplos citados acima: sono interrompido, movimentar-se muito durante a noite, pesadelos constantes, sonambulismo, ranger os dentes, e crianças que se atravessam na cama ou ficam encolhidas em um canto.

Quando não conseguir dormir à noite, não culpe o café, o guaraná, a pressão diária, o estresse, mude sua cama de local!

Os indivíduos são afetados de forma diferente, devido ao nível de sensibilidade de cada pessoa às radiações. As muito sensíveis terão que agüentar aqueles que as taxam de hipocondríacas ou que simplesmente querem com seu sofrimento chamar a atenção, o que não é verdade, elas realmente sofrem e padecem com tudo isso!

Uma das coisas mágicas que podemos fazer por nós mesmos é escutar o nosso corpo, ou seja, prestar atenção aos efeitos que surgem após algumas atitudes que tomamos. É muito importante, por exemplo, andar descalço sobre a grama molhada, isto permite o reequilíbrio elétrico do corpo humano.

O desequilíbrio iônico é outro fator a ser observado nas casas. Ele é causado, principalmente, por um grande número de pessoas num mesmo local, ventilação deficiente ou inexistente, ar-condicionado, fumaça de cigarro, aparelhos elétricos instalados nas residências. Tudo isso faz com que haja uma redução alarmante da concentração de íons de carga negativa no local, pois os mesmos são muito importantes para a saúde.

O equilíbrio iônico é um dos segredos para o bom funcionamento do corpo humano. Entre os muitos efeitos que as pesquisas abordam podem destacar os seguintes: dores no corpo, enxaquecas acompanhadas de náuseas, tonturas, irritação nos olhos, retenção de líquidos, alergias, dificuldades respiratórias, problemas de circulação, pressão baixa e inflamações em geral. Além da parte psicológica como: irritação, apatia, esgotamento e depressão.

A correta ventilação do ambiente é a chave do equilíbrio elétrico e iônico do ar que respiramos, além, é claro, da presença de vegetação, correto grau de umidade e a observação do local de construção, a não-permanência sobre veios de água subterrâneos, alterações geológicas ou telúricas.

Pesquisas sérias já comprovaram que a incidência de casos de leucemia infantil ou tumores cerebrais dobra no caso de pessoas que vivem próximo às redes de alta tensão. Quando aplicamos um campo magnético na superfície de um ser vivo, induzimos campos elétricos dentro dos mesmos, isto são leis da física.

Os campos eletromagnéticos podem ser gerados por altas freqüências como antenas de rádio, TV, radar, microondas como em baixas freqüências como telas de computador e redes elétricas. As tensões nervosas criadas por estes campos podem causar sérios problemas à saúde.

Na Rússia, por exemplo, que foi a pioneira nos estudos dos males causados por efeitos de alta tensão, existe hoje uma legislação que diz que linhas de alta tensão capazes de gerar intensidade de campo de 25 kw/metro devem estar a uma distância mínima de 110 metros de qualquer construção.

Podemos, assim, concluir que o campo eletromagnético artificial não é uma doença, mas pode ser o precursor, pois nos torna vulneráveis a qualquer transtorno funcional. Prepara o terreno para que o vírus ou a doença possa agir ou que a depressão e irritação se instalem em nosso dia-a-dia.

Como norma geral pode também ser observada a regra alemã que aconselha uma distância de segurança da torre ou da rede elétrica de 1 metro para cada kw (1000 volts) de tensão da linha.

Nos vemos na próxima semana, com mais dicas para você cuidar da sua saúde observando e medindo todas as energias nocivas que estão ao nosso redor tendo sempre como centro de tudo o estudo da Radiestesia e apoio da mesma nas medições!”

 

Autora:Maria Isabel Carapinha                                                              Fonte:http://www.stum.com.br/