Arquivo da categoria: Poesias e cronicas

E está tudo Bem…

59025

O sol me despertou cedo
iluminou tudo, incendiou-me
me expulsou da cama
abriu as frestas dos meus porões
e arrancou a escuridão encruada,
destruiu o contrato vencido da solidão tardia,
o sol me encantou e trouxe a poesia
e percebi  a minha força desperta
enxergando  Deus tão proximo
neste reencontro encantado
a Deusa  e eu em mim,em Unidade
encantada com a vida
com a luz que brilha
em meu coração,em mim
na minha alma que acende
e que escolhe o sol, a luz,
o novo mundo que desperta
e está tudo bem…

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesias-de-vida/6176420

Anúncios

O mosaico e o tempo..

11537479_10153592079676055_8370258784403634465_o

Tentando entender os caminhos
dos atalhos das brumas que penetro
me embrenho nas paisagens antigas
indistinguíveis,
não sei o que percebo neste mosaico
onde me sinto parte e todo
pequena chama de luz
se queimando no fogo
alfa e ômaga principio sem fim
origem indisfarçavel deste grito,
sussurro da vida que brota
neste parto solene divino e  humano
de um deus que se entrega a dor
para sentir o prazer dos sentidos
na dualidade que mascara o tempo
a eternidade e o amor…

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/6171743

No turbilhão do tempo…

17757572_10155281492541055_428418943420074952_n

No turbilhão do meu tempo,
êfemero eu sou
faço ajustes,sozinho prossigo
sigo meu rumo, busco a paz,
medito,canto mantras, respiro
me entrego ao fluxo,
existo somente  neste momento
aqui e agora é tudo que há.

Meu destino é ser luz,
esta vida é ilusão,
é passagem, é fugaz..
se  fujo de mim  me perco
em desvios tão vazios,
entre coisas tao banais.
Doutrinas, verborragias camufladas,
de entes doentes, carentes,iguais
é tudo ego, tudo dor,pesadelo,
curtidas, competição,fantasias,
vou em frente, eu quero paz…

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesias-de-pensamentos/6166516

Não é o fim…

11537479_10153592079676055_8370258784403634465_o

Não vou mais chorar saudades
nem verter lágrimas de dor
vou olhar pra frente,
desvendar horizontes,
Não vou mais sentir o vazio
que a sua partida em mim deixou,
vou rever meus planos
revirar as crenças
arrancar o luto,
enfrentar a dor,
abrir porões expulsar tristezas
que me deixam cega,
vou ver além do palco,
enxergar além dos olhos
que me escondem de mim
pois faz parte da vida,
mais do que nunca,
agora sei,
morrer  não é o fim….

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/6160424

Pela vida a semear…

556000_4031839132279_19795429_n

Vai, pega tuas sementes, segue
pelos campos da vida a semear,
vai andando sem direção sem tempo
deixa cair o que amanhã for semeado
e os pássaros comam se assim quiserem.
Deixa solto  tudo fluir sem medo,
sem presunção, sem julgamento
vai andando, seguindo, sem pressa,
desapega do sentir de cada gesto,
do fim, das metas, precisões, planejamentos
vai menina, sinta o vento na sua  pele
o sol no teu rosto,
a chuva lavando tudo
limpando, debulhando sementes
que  despretensiosas cairam
no chão da vida que começa
a cada passo, a cada oferta
de quem é feliz por nada…
e semeia!!

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesias-de-pensamentos/6159797

Respiração..

5043_571233586238529_1481928056_n
Respira, vai… respira!
não briga com a vida
sinta o fôlego, o prana, o ar,
Sinta-se renascer, sinta o ser
Se entregue ao ar que se move
tão leve que quase não  sente,
vida é respiração,
que alimenta o coração,
sem sonhos não há vida
.. respira..vai respira!
expirar, inspirar é poder
é sanar dores,depurar o sangue
vitalizar protons,neutrons,a energia
vida é luz movimento
respiração alegria..
solte o grito, vá fundo,
vem pro mundo vem ser
entender a evolução, o caminho
nascimento,transmutação,
nova chance, recomeço,
mergulha ó alma no mundo
sinta o prana, a vida
Inspira, expira..
vai agora… vai fundo…
RESPIRA!
Mariangela Barreto

Se não fosse a poesia…

395629_222085967881266_181087585314438_454434_502220230_n

Ás vezes minha palavra é dura,
sai rasgando  feito aço
eu a recebo acolho e traduzo
transcrevo e respeito a dor do expurgo
que salta aliviada neste recanto
cheio de encanto repleto de letras.

Ás vezes releio e sorrio de mim
como posso sentir tanta coisa assim
que nem mesmo eu, as vezes entendo
e talvez  nem mesmo, jamais saberia
senão são fosse este espaço
se não fosse a poesia
que me desentala me dá alforria
me retorna o folego
e devolve alegria
agora entendo
se não fosse a poesia
não haveria  sonhos
eu talvez … morreria!

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesias-de-vida/6153263

Gritos da alma…

163530_332626283527548_888547372_n

Será que ninguém escuta o pranto,
ninguém escuta o grito de dor
que dilacera a alma e o ser?
Ninguém percebe no suicida – o sorriso
e a gargalhada que é puro disfarce?
O pobre ser desumano desonrado
travestido de coragem
aparenta prazer num orgasmo frígido
de uma vida que se arrasta sem cores
em dasamores discrentes sozinhos,
murchando nos umbrais da solidão.

No mundo a confusão é tremenda
inversão de valores,drogas,corrupção
sodoma e gomorra  vencem a guerra,
desonram-se as crianças
e os canibais fazem a festa,
vampiriza-se tudo,
pureza,amor,ingenuidade,
eclode o caos, chamam isto de arte,
..pressão total,
será que ninguém escuta o grito
que dilacera a alma e o ser?

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesias-de-reflexao/6149268

Fênix renascida..

1526676_1395986537319834_1412447002_n

Me comprometo a sonhar,
qual fênix ressurjo das cinzas
me permito queimar na sarça ardente
tornar-me brasa repleta de entusiasmo
e vida…

Ah! quando fecho meus olhos
e arranco as sombras do medo
volto ao paraíso e retorno no tempo,
me vejo Dom Quixote menina
conquistando mundos,
vencendo dragões…
onde caí?o que me venceu?

Mesmo vencida eu quero sonhar,
por isto mergulho no Hades
no vale das sombras
que feriram minha alma,
para resgatar a alegria
fazer renascer os sonhos
que murcharam nos caminhos
do submundo da vida,
e assim a fênix  renasce…

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesiastranscendentais/6145446

Cometa tardio…

tex_dim09

Hoje me rendo ao retorno sensivel e sereno
do ser que sou, ser em mim inviolável, perfeito
não julgo, não penso, somente sinto
e transfiguro tudo que me consome,
sou cometa tardio, incólume fragmento dos deuses.

Dionisio me acolhe, sou sol,
sou êxtase, tragedia e loucura
sou anjo caído, travestido de deus
que hoje retorna do limbo
metamorfoseado de força e doçura.

Zaratustra me inspira, me comove
além de mim, além de si, o super homem
o impio sem virtudes, sem segredos
libertando-me das correntes
por mim mesma forjadas,incautas,
…eterna mente!

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6140568