Arquivo da tag: mente

Neurótica mente…

556000_4031839132279_19795429_n

Ás vezes alguma coisa me trava e a autosabotagem ataca direta e objetivamente meus  projetos. Convenhamos, eu  tenho alguns  projetos simples de serem materializados, nada espetacular, megalomaníaco nem grandioso, já passei dessa fase…estou mais para o minimalismo. Então elaboro a ideia, planejo, faço rascunhos, organizo  as ferramentas necessárias, a estrutura física e material, e vou a luta, faço logo com todo gás… Mas depois começa a segunda fase, começo a analisar o que fiz, perceber os defeitos, então vem o desmonte e a ideia maligna de desfazer para  fazer melhor  e caio na armadilha…  porque depois eu  empaco,paraliso, protelo, me cobro, vou deixando prá lá… e me cobro cada vez mais e o  tempo passando…..

Será isso perfeccionismo? bem, com os sintomas bem claros fui pesquisar o que significa isto além do que sabia,fui na wikipedia e lá está a definição: “Perfeccionismo, distúrbio neurótico no qual a pessoa sente constante insatisfação com seu desempenho e dúvidas sobre a qualidade de seu trabalho(…)Por vezes a mesma coisa é repetida inúmeras vezes até ficar “aceitável” por um perfeccionista.” oh! my God… sou uma quase neuróticamente perfeccionista… para minha tristeza tenho a prova e a testemunha: meu canal de you tube…… coitado!!!!

Meu sonho era fazer meu canal no You Tube, mas tinha( e ainda continuo tendo um pouquinho) medo de falar para a câmera,   fui fazer cursos para aprender a destravar, e encarei .. Poderia até usar meu celular para iniciar os videos, mas fui logo escolhendo uma filmadora cheia de detalhes e me enrolei toda, pois descobri que como iniciante não sou muito intima dessa tecnologia, depois fui fazer cursos para aprender a editar  afff ! Enfim fiz tudo como deveria ser, na cara e coragem …. Sintetizando fiz vários videos  lancei no canal, mas DEPOIS,  passei a analisar e a reanalisar os videos, pronto… resultado final, exclui todos em que eu apareço , somente deixei um, mesmo assim de vez em quando ainda olho  para ele e sinto aquele gostinho de que poderia fazer melhor…

Então recorro ao Ho óponopono: Eu Sinto muito, me perdoo, eu me amo e sou grata por enxergar e acolher este pequeno distúrbio, porque agora  posso relaxar, refazer, recomeçar, posso brincar, pois estou em grande vantagem neste recomeço, eu já sei mexer na filmadora e editar os videos… o próximo passo é descomplicar, compartilhar e avançar…com  minimalismo, aventura e leveza, porque apesar dos pesares e complicações  la vie est belle, sim muito bela… e estamos aqui para aprender , assim evoluímos e superamos pois somente uma coisa  nos limita … nossa mente.

Mariangela Barreto

Anúncios

Cuidado com o que você assiste na Televisão! de Gisela Luiza Campigliaa

Imagem
“Tudo que acontece ao nosso redor influencia a nossa energia, as pessoas que nos cercam, os lugares que frequentamos, os programas de Tv que assistimos.
 
Através da sintonia entre frequências eletromagnéticas é determinado o que atraímos, ou afastamos de nossa vida. A qualidade da nossa energia define nosso ponto de atração. Precisamos despertar para o fato de que somos constituídos de energia, passando a assumir responsabilidade pelo nosso estado vibracional!
 
O nosso nível de interesse ao que estamos assistindo na televisão, vai caracterizar a intensidade de absorção das influencias passadas pela programação. É assim que funciona nosso sistema de impressão, quanto mais valorizamos um fato, problema ou emoção, mais desse tipo de conteúdo vamos atrair em nossa vida. Quando prestamos muita atenção a um programa de tv, gravamos as informações recebidas de forma inconsciente em nosso corpo mental, emocional e energético. 
 
Cada emissora de Tv faz de tudo para conseguir nos manter conectados com sua programação, usando as conhecidas frases: “–Não saia daí! Fique conosco!”. O objetivo é obter a maior audiência, criando um relacionamento com o telespectador. Estudando a fundo o comportamento humano, as emissoras usam gatilhos mentais e emocionais para fidelizar seu público. Os assuntos que mais envolvem o inconsciente coletivo das pessoas são aqueles que geram emoções negativas, abalam nosso sistema de impressão, obtendo uma resposta direta. 
 
São programas que prendem nossa atenção gerando sentimentos como:
-Medo, mostrando violência.
-Tristeza, exibindo catástrofes e a desgraça alheia.
-Preocupação, apresentando a situação da crise financeira.
-Sentimento de indignação e revolta, expondo cenas sobre as injustiças sociais.
 
Sem nos dar conta, chegamos em casa cansados do dia de trabalho, nos jogamos no sofá num impulso automático e ligamos a televisão. Esse hábito nos faz engolir sem reflexão os conteúdos apresentados, sem perceber que estamos sendo diretamente dominados pela energia e informações veiculadas. Faça uma análise de sua rotina e verifique seus hábitos, identifique o quanto à televisão tem influenciado a sua energia, e consequentemente sua vida.
 
A televisão não é a nossa única diversão, é apenas a mais cômoda!
Sair da zona de conforto exige nosso esforço, mas há muitas opções saudáveis de entretenimento. Podemos optar por fazer um passeio ao ar livre, cultivar mais nossas amizades, dar atenção extra aos filhos, ler um bom livro, estudar pela internet, etc.
 
Esse artigo não tem a intensão de rotular todos os programas de televisão como negativos, mas de alertar sobre as escolhas que fazemos quando estamos em frente a tv. Opte por uma programação que agregue boas influências emocionais e culturais em sua rotina. Cuide da sua energia, atue a seu favor, decida com cuidado o que você assisti na Tv.”

 Imagem

Autor: Gisela Luiza Campiglia