Arquivo mensal: setembro 2017

Jogo lunático da vida…

1150427_620925447940589_622408495_n

Tento não me entregar ás sombras,
ao medo da vida,
tento  superar a dor
transcender pesadelos
tento tudo nada é,
vivo assim perdida no tempo,
quem eu sou, o que quero,
para que tudo isto,
qual o propósito,
porque o tormento?
isto é um jogo lunático
que se chama vida
é um delírio maluco
de quem tem o poder,
filosoficamente insano,
perdidamente errático,
Bukowski tem razão
viver é um problema…

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6129366

Anúncios

Templário…

Cavaleiro-Templário_thumb[4]
E aqui estou eu neste momento
cara a cara comigo,qual é meu destino?
rufam ondas de odio,já dobram os sinos
o palco  montado, qual o meu papel?

Joelhos na terra, espada no chão
triste templario nesta solidão
clamo aos ceus por tantos pecados
nada mudou,  sou um desgraçado.

E agora o que faço, qual meu castigo?
ator, expectador,eu sei do perigo
ser ou não ser, ver ou não ver,
qual meu papel, qual meu destino?

Mariangela Barreto

Overdose poética…

Cor de dentro

Estou perdida na overdose poética
que comprime meu peito
transcendendo as lavas da angústia
que me inquietam, não me permite sonhar.

Completamente sóbria, transgrido limites
e me lanço sem medo, sem mágoa,
nas águas profundas de cada palavra
que emerge, que resiste, que renasce.

Neste frenesi onde me perco, me encontro
me acolho, retenho em mim a esperança e a luz
e assim me liberto e conquisto o direito
de ser eu mesma, apesar de tudo, apesar da cruz.

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/6121221

Entre a ordem e o caos…

11537479_10153592079676055_8370258784403634465_o

Dentro de mim duas forças me instigam
vivo hesitante entre a ordem e o caos
uma me impele a cruzar a fronteira
outra me insufla a ficar no umbral.
Nas brumas da matrix vago perdida,
o senso comum é cruel é banal
vivo sonhando imagino intrigas
realizo proezas sou descomunal.
Sonho o herói mitológico em Tebas
consagro a vestal pura, virginal
quando desperto é tudo mentira
nem mesmo existo no mundo real…

Mariangela Barreto

http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/6121160

Ás vezes…

1526676_1395986537319834_1412447002_n

As vezes traduzo o grito
as vezes revelo o palhaço
as  vezes me mostro, sou eu
as vezes me escondo, disfarço…
Sou a genese,sou o ethos
imagino o bem,mostro o mal
sou as vezes maça,
as vezes  serpente
sou a Eva, ou Adão
um anjo ou animal
sou o bem, sou a vida
sou o tempo, o misterio
o deus, o inicio e o final…

Mariangela Barreto….

http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/6120333